domingo, 25 de outubro de 2009

Chuchu é ruim, mas tem quem goste


Como a Vicky colaborou com coments... Eu estou postando. Prometi né?

Durante a aula de sexta-feira, o professor Rogério Andrade (Física Mecânica) me fez pensar de uma forma diferente. Aliás, Rogério sempre me traz questionamentos filosóficos, e isso é bom (desde que você não estude no Centro de Artes e Comunicação da UFPE, o CAC)

Ele comentou rapidamente sobre qual a “melhor ciência”. Na verdade ele nos fez ver que todas elas são ciências com sua especificidade importante. Muitas pessoas se enganam dizendo que não têm afinidade com as ciências da natureza ou a matemática em geral, mas na verdade qualquer um que tenha capacidades “normais” poderá englobar qualquer assunto, desde que a força de vontade seja suficiente. Segundo Rogério, a maioria dos alunos que correm pra humanas são alunos indecisos ou mesmo “fujões”. São alunos que estão para o cálculo assim como o diabo está para a cruz, por isso fogem do mesmo (do cálculo...). Chuchu é ruim, mas tem quem goste. Difícil é gostar sem experimentar. “Eu odeio cálculo”. Como odeia o que nunca se esforçou pra fazer?(P.S: essa comparação foi a pior coisa que eu já falei na minha vida).

Nessa revelação, eu passei a entender que você pode ser feliz pensando positivo. Não é um clichê sem importância o que eu estou falando. Muitas pessoas (diga-se de passagem: eu mesmo) tentam calcular o futuro e as futuras alegrias. Não é necessário. Você só deve ser otimista.
Quando passar a vida inteira pensando em “Direito na Federal, Direito na Federal!” e, no final das contas, só passar em uma concorrência “3 por vaga”, não deixe o curso de lado. A sua felicidade pode estar ali. Não ligue pros padrões imaginários.

A Vicky disse, durante essa aula, que, se ela quisesse, ela poderia muito bem fazer um curso de engenharia, mas ela só não faz porque gosta muito de ler sobre política, sociedade, crepúsculo (ops...). Eu acredito nisso. Eu posso ser feliz como engenheiro, publicitário ou gari. Eu sei que a decisão é difícil (ser gari é tentador), mas não estou falando em se conformar, mas sim em aproveitar as chances sem destruí-las antes de conhecê-las.

5 comentários:

  1. Crepúsculo que decidiu o meu futuro! XD Eu sei Rô que ser gari é uma profissão muito tentadora, mas você vai ficar mais tchuqui-tchuqui estudando engenharia na UFPE. É isso aí, a gente tem que fazer um esforço antes de sair reclamando.

    ResponderExcluir
  2. amanha escreveri de novo por este comentário :D O vestibolando agradece a sua visita, volte sempre e tenha um bom dia. kkkkk

    ResponderExcluir
  3. ALELUUIA!!! juliana postou ao menos um comentário. Foi curto, mas já é um começo.

    ResponderExcluir
  4. Graças aos céus!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir